domingo, 2 de dezembro de 2012

João - Doutrina I




Estilo e Doutrina

João terá sido escrito com o propósito de divulgar uma certa teologia e doutrina cristã, muito mais elaborada do que aquelas transmitidas nos evangelhos sinópticos.


Doutrina da Palavra - Logos

O Evangelho Segundo João trouxe uma nova doutrina: Jesus era a Palavra (gr. logos) e a Palavra era Deus. Jesus é o Deus Filho, que teve uma existência anterior à sua existência material, apresentado como a sabedoria da Palavra. De facto aqui Jesus é apresentado como um fluente orador, irreconhecível face ao homem reservado apresentado nos outros evangelhos.

A doutrina do logos não era novidade no mundo grego. Heraclito (535 a 475 AEC), um grande filósofo da antiguidade, utilizou o termo logos para descrever o conhecimento humano e a ordem do universo. Para mais, Heraclito era de Éfeso, cidade apontada como o local de origem do Evangelho Segundo João.
Em tempos posteriores a Heraclito, o mesmo termo, logos, serviria para denotar a Razão e o conhecimento do mundo.


O Reino de Deus?

Neste livro, Jesus menciona o Reino de Deus apenas uma vez (João 3:3-5), em contraste com os outros evangelhos onde Jesus descreve o Reino de Deus (ou dos Céus) em diversas ocasiões.
João 3:3-5 Respondeu-lhe Jesus: Em verdade, em verdade te digo que se alguém não nascer de novo, não pode ver o reino de Deus. Perguntou-lhe Nicodemos: Como pode um homem nascer, sendo velho? porventura pode tornar a entrar no ventre de sua mãe, e nascer? Jesus respondeu: Em verdade, em verdade te digo que se alguém não nascer da água e do Espírito, não pode entrar no reino de Deus.

A doutrina veiculada nos evangelhos sinópticos sobre o Reino de Deus (Teocracia) que viria brevemente, começou a tornar-se embaraçosa, por isso “João” redefiniu como um reino para os mortos.


Eu sou...

Neste livro também vemos Jesus constantemente a meditar sobre a sua relação com o Deus Pai e também a descrever-se na primeira pessoa.

A avaliar pelas declarações do próprio, Jesus era:

Caractererística
Texto
- o pão da vida;
João 6:35 Declarou-lhes Jesus. Eu sou o pão da vida; aquele que vem a mim, de modo algum terá fome, e quem crê em mim jamais tará sede.
- a luz do mundo;
João 8:12 Então Jesus tornou a falar-lhes, dizendo: Eu sou a luz do mundo; quem me segue de modo algum andará em trevas, mas terá a luz da vida.
- a porta;
João 10:9 Eu sou a porta; se alguém entrar a casa; o filho fica entrará e sairá, e achará pastagens.
- o bom pastor;
João 10:11 Eu sou o bom pastor; o bom pastor dá a sua vida pelas ovelhas.
- a ressurreição;
João 11:25 Declarou-lhe Jesus: Eu sou a ressurreição e a vida; quem crê em mim, ainda que morra, viverá;
- o caminho;
João 14:6 Respondeu-lhe Jesus: Eu sou o caminho, e a verdade, e a vida; ninguém vem ao Pai, senão por mim.
- a videira.
João 15:1 Eu sou a videira verdadeira, e meu Pai é o viticultor.


Afinal, depois de tanta auto-descrição, só faltava Jesus dizer o que não era. Claramente, muitos anos se passaram desde que “Marcos” escreveu o livro sobre a missão de um carpinteiro muito reservado que se tornou pregador de uma certa ética e de uma fórmula de salvação.

Nos outros evangelhos Jesus quase nunca revela directamente quem é, ou características acerca dele próprio. Em João, Jesus não pára de falar na primeira pessoa, com longos discursos ao estilo de um autêntico filósofo grego.


Eu sou... Yahveh!

Uma das declarações mais importantes de Jesus acerca da sua própria pessoa, em João, é a que está registada nos seguintes versículos:
João 8:56-59 Abraão, vosso pai, exultou por ver o meu dia; viu-o, e alegrou-se. Disseram-lhe, pois, os judeus: Ainda não tens cinquenta anos, e viste Abraão? Respondeu-lhes Jesus: Em verdade, em verdade vos digo que antes que Abraão existisse, eu sou. Então pegaram em pedras para lhe atirarem; mas Jesus ocultou-se, e saiu do templo.

Jesus disse “.... antes que Abraão existisse, eu sou”, uma clara identificação com o deus judeu Yahveh (“EU SOU”), tal como Deus se apresentou a Moisés em Êxodo 3:14. Os judeus que o rodeavam pegaram em pedras para lhe atirar porque não admitiram este abuso do nome de Yahveh.
Posteriormente, na descrição da captura de Jesus, quando este respondeu aos homens “sou eu”, em rigor está escrito “EU SOU” (gr. ego eimi):

João 18:4-9 Sabendo, pois, Jesus tudo o que lhe havia de suceder, adiantou-se e perguntou-lhes: A quem buscais? Responderam-lhe: A Jesus, o nazareno. Disse-lhes Jesus: Sou eu. E Judas, que o traía, também estava com eles. Quando Jesus lhes disse: Sou eu, recuaram, e cairam por terra. Tornou-lhes então a perguntar: A quem buscais? e responderam: A Jesus, o nazareno. ...

Os homens que o vinham buscar reconheceram naquelas palavras o nome divino de Yahveh e, por isso, “caíram por terra”, em sinal de respeito.

Podemos admitir que pelo menos estas duas passagens originaram-se de alguma fonte em hebraico, porque a expressão “EU SOU” em hebraico, que resulta no nome divino Yahveh, dá sentido as estas passagens, enquanto que no grego (ego eimi) ficam desprovidas de sentido. Por outro lado, era necessário muita coragem para se escrever uma passagem em hebraico com este teor, enquanto a mesma em grego ficaria apenas para um “bom entendedor” fazer a sua leitura. O que não seria difícil, pois o Antigo Testamento circulava em tradução grega (a Septuaginta, desde o século I ou II AEC) onde no texto de Êxodo 3:14 também figura a expressão “EU SOU” em grego.

Com esta ligação a Yahveh, Jesus completa na sua pessoa um panteão com os seguintes deuses (entre outros):
-          Dionisos ou Baco, o deus das vinhas e do vinho;
-          Saturno (Cronos), o deus das sementeiras e colheitas (do pão, indirectamente);
-          Esculápio ou Asclépio, o deus da medicina e da cura;
-          Yahveh (Jeová), o deus dos hebreus;


2 comentários:

  1. muito boa materia, otimo blog, escrevo um blog tb, so que faço um mix, alem de religiao escrevo sobre politica, historia e teorias conspiratorias, vou add seu banner no rol de blog, http://sociedadeolhodehorus.blogspot.com.br/ abraço....

    ResponderExcluir
  2. manda seu banner sandroinvestipol@hotmail.com , tks

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...