sábado, 29 de setembro de 2007

A torre de Babel




Os homens, pouco depois do dilúvio, quando inventaram o tijolo e a argamassa, planearam construir uma grande cidade e uma torre para chegar ao céu. Enquanto executavam o projecto, Yahveh desceu para ver como decorriam as obras e disse: “Uau, a humanidade formou um povo unido com um só idioma que consegue realizar magníficos projectos; e nada do que planearem fazer lhes será difícil; vamos, desçamos e criemos muitos idiomas para que os homens não se entendam uns aos outros”. Com isto, a humanidade espalhou-se pela Terra e o projecto da torre terminou (Génesis 11:1-9).

Nesta história, Yahveh teve receio do poder dos homens quando se uniram num projecto comum. Deus teve de aplicar a antiquíssima fórmula dos conquistadores: “dividir para reinar”.


Gênesis 11:1-9
E era toda a terra de uma mesma língua e de uma mesma fala. E aconteceu que, partindo eles do Oriente, acharam um vale na terra de Sinar; e habitaram ali. 
E disseram uns aos outros: "Eia, façamos tijolos e queimemo-los bem." 
E foi-lhes o tijolo por pedra, e o betume, por cal. 
E disseram: "Eia, edifiquemos nós uma cidade e uma torre cujo cume toque nos céus e façamo-nos um nome, para que não sejamos espalhados sobre a face de toda a terra." 
Então, desceu o Senhor para ver a cidade e a torre que os filhos dos homens edificavam; e o Senhor disse: 
"Eis que o povo é um, e todos têm uma mesma língua; e isto é o que começam a fazer; e, agora, não haverá restrição para tudo o que eles intentarem fazer. Eia, desçamos e confundamos ali a sua língua, para que não entenda um a língua do outro." 
Assim, o Senhor os espalhou dali sobre a face de toda a terra; e cessaram de edificar a cidade. Por isso, se chamou o seu nome Babel, porquanto ali confundiu o Senhor a língua de toda a terra e dali os espalhou o Senhor sobre a face de toda a terra.

Origem das Línguas vs Origem das Espécies

Outro raciocínio que poderemos fazer acerca desta história é que os antigos crentes poderiam jurar que as diferentes linguagens tinham sido originadas por este evento, tal como as espécies biológicas teriam sido originadas pelo evento da criação divina. Hoje nenhum crente da Bíblia defende que o português ou o espanhol (ou qualquer outra linguagem moderna) tiveram origem na torre de Babel, mas, apesar disso, muitos continuam a defender que a diversidade das espécies biológicas teve como origem um criador sobrenatural.


Etimologia errada de "Babel"

O autor desta história diz que o nome "Babel" está relacionado com a confusão das línguas. Mas, em acadiano (língua dos babilónios), a palavra é bab-ilu "Porta de Deus" (de bab "porta" + ilu "deus").

Hipótese: O autor desta passagem bíblica deveria ser um habitante judeu na Babilónia do século VI a.C. ou posterior. Durante muitas décadas convergiram para essa grande cidade pessoas de muitas partes do mundo, com uma grande diversidade de linguas. Por algum motivo o autor desconheceria esse pormenor histórico e criou ou adaptou esta lenda da confusão das línguas para explicar o fenómeno. Esse mesmo autor poderia observar na Babilónia algum zigurate antigo - muito anterior à sua época - e já decadente, parecendo uma torre antiga e inacabada.


2 comentários:

  1. o mane da egua tu ainda tem coragem de publicar uma putaria desse

    ResponderExcluir
  2. Perdeu a oportunidade de ficar calado.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...