sábado, 30 de junho de 2018

Resumo do século I




Alguns acontecimentos do século I relevantes para a Palestina ou para o desenvolvimento do cristianismo:

4 AEC - Morte de Herodes o Grande; os seus domínios na Palestina são divididos entre três dos seus filhos: Arquelau, Ântipas e Filipe. 
6 EC - Herodes Arquelau (filho de Herodes o Grande) é forçado a exilar-se da Judeia; a Judeia passa a ser governada directamente por Roma com o prefeito Coponius
6 EC - O governador romano da Síria, Quirinius, ordena um censo na Judeia para começar a cobrar impostos; Judas Galileu lidera uma revolta. 
9 EC - Ambívulus substitui Coponius como prefeito da Judeia. 
10 EC - Tito Lívio escreve sobre a deificação de Rómulus em "Ab Urbe Condita", como se Rómulus fosse uma personagem histórica. 
12 EC - Rufus substitui Ambívulus como prefeito da Judeia. 
15 EC - Valerius Gratus substitui Rufus como prefeito da Judeia. 
20 EC - Filo de Alexandria, escreve sobre como o Antigo Testamento (a Bíblia dos judeus) tem mensagens codificadas sobre o Filho de Deus. 
26 EC - Pilatos chega à Judeia como novo prefeito, substituindo Valerius Gratus; a chegada dos seus soldados a Jerusalém causa tumultos na população. 
34 EC - João Baptista tem grande sucesso como líder religioso e, aparentemente, conquista seguidores na Galileia, Pereia, Judeia e Nabateia. 
35 EC - Herodes Ântipas (filho de Herodes o Grande) repudia Fasaelis, filha do rei nabateu Aretas IV, para casar com Herodias; com isto acaba com a aliança entre Galileia e Nabateia. 
36 EC - João Baptista é preso e executado por criticar publicamente o divórcio e o novo casamento de Herodes Ântipas. 
36 EC - Pilatos é demitido na sequência de um violento incidente com um grupo de samaritanos fanáticos; Marcelus substitui Pilatos como prefeito da Judeia. 
37 EC - A Nabateia (Aretas IV) ataca a Galileia (Herodes Antipas), violando a Pax Romana.
37 EC - Ântipas apelou ao imperador Tibério, que ordenou um ataque à Nabatea; com a morte de Tibério, a invasão não chegou a consumar-se. 
37 EC - Calígula torna-se imperador de Roma. 
37 EC - Nasce em Jerusalém Yosef ben Matityahu, mais tarde conhecido como Flávio Josefo
40 EC - O imperador Calígula ordena a colocação de uma estátua sua no Templo de Jerusalém; Herodes Agripa (neto de Herodes o Grande) pede-lhe para reconsiderar. 
41 EC - Herodes Agripa torna-se rei da Judeia. 
41 EC - Calígula é assassinado e Cláudio torna-se imperador de Roma. 
44 EC - Herodes Agripa morre e Roma volta a governar a Judeia com Cuspius Fadus. 
44 EC - Teudas, alegado profeta, exortou o povo a segui-lo com seus pertences ao Jordão; prometeu que abriria caminho no rio secando-o, imitando Josué; o prefeito Cuspius Fadus enviou uma tropa de cavaleiros em busca dele e seu bando, matou muitos deles, e tomou outros cativos, decapitando Teudas. 
46 EC - Tiberius Alexandre, sobrinho de Filo de Alexandria, substitui Cuspius Fadus como prefeito da Judeia. 
48 EC - Cumanus substitui Tiberius Alexandre como prefeito da Judeia. 
52 EC - Antónius Felix substitui Cumanus como prefeito da Judeia; Eleazar, salteador que actuou na Judeia durante vinte anos, desde a década de 30 EC, foi capturado por Antónius Félix. 
54 EC - Cláudio morre (envenenado) e Nero torna-se imperador de Roma. 
56 EC - Herodes Agripa II torna-se rei da Judeia, mas Roma continua a administrar o território. 
55 EC - Um alegado profeta conhecido como "O Egípcio" reuniu 30.000 adeptos, convocando-os para o Monte das Oliveiras, em frente a Jerusalém, prometendo que, a seu comando (imitando Josué em Jericó, Josué 6:20), os muros de Jerusalém cairiam e que ele e seus seguidores se apoderariam da cidade; o governador Antónius Félix, confrontou militarmente esta multidão; o profeta escapou, mas os que estavam com ele foram mortos ou capturados, e a multidão dispersou. 
60 EC - Festus substitui Antónius Felix como prefeito da Judeia; um "profeta libertador" de nome desconhecido, prometeu ao povo "independência e alívio das suas misérias" se o seguissem até o deserto; tanto o líder quanto os seguidores foram mortos pelas tropas de Festus. 
62 EC - Albinus substitui Festus como prefeito da Judeia; um alegado profeta, Jesus ben Ananias, começa a pregar em Jerusalém com muito alarido; é julgado por Albinus. 
66 EC - Começa a Grande Revolta dos Judeus contra os Romanos; Menahem ben Judas, filho de Judas Galileu, atacou a fortaleza Massada com a sua hoste e armou os seus seguidores com as armas lá armazenadas, seguindo para Jerusalem, onde capturou a fortaleza Antónia; encorajado pelo sucesso, comportou-se como um rei e reivindicou a liderança das tropas de todas as facções envolvidas na guerra contra os romanos; a revolta dos judeus foi confrontada pelos romanos comandados por Vespasiano e Tito. 
67 EC - Josefo, comandante militar na Galiléia pelo lado dos Judeus, rende-se a Vespasiano; torna-se colaborador dos romanos. 
68 EC - Nero suicida-se e segue-se um ano de instabilidade em Roma com três imperadores: Galba, Oto e Vitelius. 
69 EC - Jesus ben Ananias morre durante o cerco de Jerusalém. 
69 EC - Vespasiano retorna a Roma e torna-se imperador, iniciando a dinastia Flaviana. 
70 EC - Os romanos invadem Jerusalém e destroem o Templo; mesmo quando Jerusalém já estava em processo de destruição pelos romanos, um profeta anunciou ao povo que Deus lhes ordenou que viessem ao Templo, para ali receber sinais milagrosos de sua libertação; aqueles que vieram encontraram a morte nas chamas quando os romanos incendiaram o Templo. 
71 EC - Josefo viaja com Tito para Roma; fica a viver com a corte romana e adopta o nome Flávio Josefo em honra da família Flaviana. 
72 EC - Os romanos derrotam o último reduto da resistência judaica em Masada. 
75 EC - Flávio Josefo escreve "Guerra dos Judeus" onde descreve os feitos de Jesus ben Ananias. 
75 EC - Justus de Tibérias escreve sobre a história dos judeus desde tempos remotos até ao seu tempo. 
79 EC - Vespasiano morre; Tito, seu filho, torna-se imperador de Roma. 
80 EC - Data da provável elaboração do Evangelho de Marcos. 
81 EC - Tito morre; Domiciano, seu irmão, torna-se imperador de Roma. 
94 EC - Josefo escreve "Antiguidades Judaicas". 
96 EC - Domiciano é assassinado, extinguindo-se a dinastia Flaviana; Nerva torna-se imperador de Roma.


E sobre Jesus da Nazaré? Nada!


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...