sábado, 2 de fevereiro de 2013

Actos dos Apóstolos - Pedro e o Grande Lençol





Em Actos, no capítulo 10, deparamo-nos com uma absurda visão (ou alucinação) de Pedro. Esta visão consiste num grande lençol que desce do céu, repleto de animais vivos, acompanhado por uma voz que Pedro atribui ao “Senhor” e que diz: “Pedro, mata e come”.

Actos 10:9-16 No dia seguinte, indo eles seu caminho e estando já perto da cidade, subiu Pedro ao eirado para orar, cerca de hora sexta. E tendo fome, quis comer; mas enquanto lhe preparavam a comida, sobreveio-lhe um êxtase, e via o céu aberto e um objeto descendo, como se fosse um grande lençol, sendo baixado pelas quatro pontas sobre a terra, no qual havia de todos os quadrúpedes e répteis da terra e aves do céu. E uma voz lhe disse: Levanta-te, Pedro, mata e come. Mas Pedro respondeu: De modo nenhum, Senhor, porque nunca comi coisa alguma comum e imunda. Pela segunda vez lhe falou a voz: Não chames tu comum ao que Deus purificou. Sucedeu isto por três vezes; e logo foi o objeto recolhido ao céu.


Esta passagem serviria para justificar que os cristãos não necessitavam de seguir as leis dietéticas dos judeus mas, recuando alguns anos e segundo o relato de Marcos, lemos que Jesus, durante a sua vida humana, “declarou puros todos os alimentos”:
Marcos 7:18-19 Não compreendeis que tudo o que de fora entra no homem não o pode contaminar, porque não lhe entra no coração, mas no ventre, e é lançado fora? Assim declarou puros todos os alimentos.


Onde estava Pedro nesse dia? Se, em vida, Jesus já havia declarado que todos os alimentos são puros não necessitava de aparecer a Pedro para lhe repetir o mesmo.

No plano da simples análise de textos, já abordámos esta questão no tema da “grande omissão de Lucas”, ficando explicada esta inconsistência com a hipótese da cópia danificada de Marcos que serviu de fonte para “Lucas” (ver A Grande Omissão de Lucas). Resumindo, a hipótese é a seguinte:


-          Em Marcos 7:18-19 havia este episódio em que Jesus diz que todos os alimentos são puros;

-          "Lucas", ao escrever o seu evangelho, omite, por alguma razão desconhecida, todos os episódios de Marcos 6:47 até Marcos 8:27;

-    Supostamente, Lucas e Actos foram escritos pelo mesmo autor, por isso este ignorava o conteúdo do episódio sobre os alimentos puros



Um comentário:

  1. Deixa eu ver se entendi. Pedro está numa brisa, sozinho, pensativo e vê descendo de uma nuvem misteriosa um lençou cheio de animais, quando uma voz diz: "Pedro, mata e come!"
    Hummmm... Nuvens, fome, vozes do além!
    Isto me parece uma larica pós-baseado!

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...